Austrália concederá visto a Djokovic para o Aberto de Tênis de 2023, diz imprensa do país

O ex-número um do mundo Novak Djokovic obterá um visto para jogar o torneio de tênis Aberto da Austrália de 2023, informou a mídia local nesta terça-feira. Em janeiro deste ano, o tenista ter sido foi deportado do país por não estar vacinao.

Covid-19: Novak Djokovic anuncia que não disputará o US Open por não ter tomado vacina

Novak Djokovic: 'Não estou vacinado e não planejo ser vacinado', diz tenista após vencer Wimbledon pela sétima vez

O governo australiano decidiu conceder visto ao tenista sérvio, que não está vacinado, apesar de ter sido proibido de entrar no país após ser deportado, informou a emissora estatal ABC e outros meios de comunicação. A informação foi confirmada por veículos estrangeiros, como o britânico The Guardian

O torneio deste ano foi ofuscado pela batalha legal do tenista para permanecer no país, apesar de seu status de vacinação, que acabou levando à sua expulsão antes do início do Open.

A Austrália suspendeu seus requisitos de vacinação contra COVID para viajantes que entram no país.

A proibição de entrada por três anos após sua deportação pode ser revogada a critério do novo primeiro-ministro de centro-esquerda Anthony Albanese, que assumiu depois que o governo de coalizão de orientação conservadora decidiu expulsá-lo.