Austrália prolonga confinamento na capital

·1 minuto de leitura
Vista de avenida vazia perto do Parlamento em Canberra, Austrália, em 12 de agosto de 2021 (AFP/Rohan THOMSON)

As autoridades australianas prorrogaram até meados de outubro o confinamento contra a covid-19 na capital, Canberra, uma medida considerada necessária, apesar da aceleração na campanha de vacinação.

Quase 400.000 habitantes de Canberra são obrigados a permanecer em casa desde 12 de agosto, quando foi detectado um caso de covid-19.

Agora, com pouco mais de 250 casos ativos, o foco provocado pela contagiosa variante delta continua pequeno, mas é enfrentado com cautela em uma cidade que, de modo geral, evitou os surtos da doença.

O chefe de Governo do Território da Capital Australiana, Andrew Barr, disse que as autoridades querem limitar as transmissões, enquanto a vacinação prossegue em Canberra.

"Este é o caminho mais seguro pela frente e nos permitirá ter um Natal mais seguro, um verão mais seguro e um 2022 mais seguro", declarou Barr.

A vacinação na Austrália avançou nos últimos meses, especialmente no sudeste do país, incluindo as cidades de Sydney e Melbourne.

Quase 53% das pessoas com mais de 16 anos na região já receberam as duas doses, a maior taxa de vacinação da Austrália, que luta contra focos da variante delta.

Autoridades estaduais e federais definiram uma estratégia que para a reabertura do país, que permitirá suspender as restrições fronteiriças quando a taxa de vacinação completa alcançar de 70% a 80%.

A Austrália registra mais de 75.000 casos de covid-19 e mais de 1.100 mortes desde o início da pandemia.

hr/arb/dva/qan/mas/dbh/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos