Australiana de 55 anos é resgatada após escrever "SOS" no chão

Deborah Pilgrim ficou desaparecida por 3 dias no sul da Austrália - Foto: South Australia Police/BBC Brasil/Reprodução

Uma mulher que estava desaparecida por três dias na Austrália foi resgatada por causa de uma mensagem "SOS" que escreveu na terra. As informações são da BBC Brasil.

Deborah Pilgrim, de 55 anos, se perdeu no último domingo (13), depois de se separar sem querer de seu grupo de camping no sul da Austrália.

Leia também

De acordo com a polícia, Deborah, depois de algum tempo perdida, acabou em uma propriedade vazia. Ela então escreveu "SOS" no chão, sinal usado para comunicar um pedido de socorro, na esperança de que alguém a notasse pelo local.

O dono da propriedade, que mora a 70km do local, viu a mensagem com a ajuda de uma câmera de vigilância e, logo depois, avisou a polícia. As buscas por Deborah já haviam sido iniciadas pela área.

Identificado o sinal, as buscas foram intensificadas e concentradas na região. Horas depois, na noite da terça-feira (15), a polícia encontrou Deborah em uma propriedade vizinha onde ela havia achado água.

De acordo com autoridades, Deborah estava em bom estado de saúde perto da cidade de Sedan e foi levada ao hospital apenas por precaução.

A mulher conta que foi fazer uma caminhada e, quando percebeu, tinha se perdido do seu grupo. "Eu tentei ficar longe do sol e ficar viva. Sabia que meu esforço tinha que ser para me manter viva", lembra Deborah.

De acordo com a polícia, Neil Marriot, o dono da propriedade em que Deborah escreveu o pedido, ficou checando com frequência as câmaras em busca de um sinal da mulher desaparecida.

Marriot disse a um veículo de mídia australiano que chamou a polícia assim que percebeu o SOS, "que não estava lá no dia anterior", escrito no chão. Ele conta que havia instalado as câmeras recentemente após uma série de invasões em sua propriedade.

"É fantástico que essa comunidade tenha usado as belezas da tecnologia para ajudar a encontrar a Deborah", celebra o superintendente da polícia James Blandford.