Australiano de 12 anos percorre 1.300 km ao volante de um carro

Um carro passando pelo distrito financeiro de Sidney, em 1 de outubro de 2015

Um adolescente de 12 anos foi detido na Austrália depois de percorrer 1.300 km ao volante de um carro, a terceira parte de um trajeto pelo país, que ele pretendia atravessar de leste a oeste, anunciaram as autoridades neste domingo.

A aventura do jovem motorista acabou na cidade de Broken Hill. O adolescente foi traído por um para-choque, que arrastava pelo chão, de acordo com a polícia do estado de Nova Gales do Sul.

"As verificações permitiram revelar que o motorista era um garoto de 12 anos, que desejava ir de Kendall a Perth", informou a polícia.

No total, 4.000 quilômetros separam o ponto de partida, a cidade de Kendall no leste da Austrália, de Perth, seu destino final, completamente ao oeste.

De automóvel, a difícil viagem pode durar 40 horas. A pessoa atravessa os desertos mais duros do mundo, como a grande região de Nullabor Plain, onde em meio ao intenso calor sobrevivem apenas pequenos animais e escassa vegetação.

A agência de turismo australiana aconselha os motoristas a prever seis horas de viagem apenas para atravessar Nullabor, com o transporte de "reservas adicionais de combustível, assim como muita água e alimentos".