Autópsia mostra que John McAfee se matou em cela de prisão na Espanha

·1 minuto de leitura
John McAfee discursa em evento em St Julian's, Malta

MADRI (Reuters) - A autópsia oficial do corpo de John McAfee mostrou que ele se suicidou na cela de uma prisão na Espanha, onde aguardava extradição aos Estados Unidos, noticiou o jornal El País nesta segunda-feira, citando fontes não identificadas a par dos procedimentos.

Um porta-voz do sistema judicial da Catalunha, encarregado da autópsia, não tinha nenhuma informação sobre a reportagem.

Carcereiros encontraram o corpo do magnata de software McAfee pendurado na cela na quarta-feira após o que aparentou ser um suicídio, disse seu advogado, Javier Villalba, na semana passada.

Na sexta-feira, ele disse que a viúva de McAfee, Janice, lhe pediu para solicitar uma segunda autópsia independente assim que os resultados da primeira fossem divulgados.

Janice McAfee disse não acreditar que o marido era suicida e culpou autoridades dos EUA por sua morte.

O britânico McAfee, que lançou o primeiro programa antivírus comercial do mundo em 1987, foi detido em outubro no aeroporto de Barcelona. Ele passou anos foragido das autoridades dos EUA, parte do tempo a bordo de um mega-iate.

Ele foi indiciado no Estado norte-americano do Tennessee por sonegação fiscal e foi acusado em um caso de fraude de criptomoeda em Nova York.

(Por Inti Landauro e Joan Faus)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos