Autor de ataque com arma branca na Alemanha foi internado em hospital psiquiátrico

·1 min de leitura
A polícia alemã com o autor do ataque em 6 de novembro de 2021 em Seubersdorf (AFP/Fabian Schreiner)

As autoridades alemãs anunciaram neste domingo (7) que o sírio autor do ataque com arma branca que feriu quatro e perpetrado no dia anterior em um trem de alta velocidade foi internado em um hospital psiquiátrico.

Em uma primeira avaliação, um especialista determinou que o autor do ataque, um refugiado político sírio de 27 anos que chegou ao país em 2014, sofre de "esquizofrenia delirante e paranoica" e uma forte alteração de responsabilidade, disse Gerhard Neuhof, promotor de Nurembergue-Furth, encarregado do caso.

O jovem declarou que se sentia perseguido por policiais que supostamente o vigiavam e tentavam enlouquecê-lo, o promotor esclareceu que ele não era alvo de nenhuma medida policial em particular.

O agressor foi internado e aguarda novos exames.

"Não há nenhum elemento que aponte na direção de uma motivação islâmica", disse Sabine Nagel, chefe da polícia local.

A polícia foi alertada por volta das 08:00 GMT (5 h da manhã em Brasília) sobre um ataque com faca em um trem de alta velocidade ICE viajando entre a Baviera e Hamburgo com cerca de 300 passageiros a bordo.

Depois do ataque, o trem de alta velocidade ficou parado na estação de Seubersdorf, no sul do país, e um grande dispositivo policial foi mobilizado.

As autoridades alemãs estão especialmente vigilantes à ameaça islamista, sobretudo, desde dezembro de 2016. Neste mês, um atentado com um caminhão, reivindicado pelo grupo Estado Islâmico, deixou 12 mortos. Foi o mais letal ataque jihadista em solo alemão.

Desde 2000, as autoridades alemãs frustraram 23 dessas tentativas.

mfp-ylf/cls/msr/mb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos