Autora de Harry Potter se desculpa por ter matado o professor Snape

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A autora de Harry Potter, J.K. Rowling, usou suas redes sociais nesta terça-feira (2) para se desculpar por ter matado o personagem Severo Snape, professor da escola de Hogwarts, no último livro da saga. Nos cinemas, ele foi vivido por Alan Rickman, morto em 2016.

O pedido de desculpas é uma tradição da escritora britânica, que desde 2015 tenta se redimir pela morte de alguns de seus personagens. O anúncio acontece sempre no dia 2 de maio, aniversário da Batalha de Hogwarts, clímax do último livro de Harry Potter e responsável por selar o destino do mundo bruxo.

"Ok, aqui vai. Por favor não comecem uma guerra por causa disso, mas esse ano eu gostaria de me desculpar por ter matado... Snape", escreveu Rowling. O receio ao fazer o anúncio se deve ao fato de que o professor de poções divide a opinião dos fãs, sendo herói para alguns e vilão para outros. A autora ainda brincou que iria se esconder depois de lamentar a morte do personagem.

Em 2015, quando inaugurou a tradição, a britânica pediu desculpas por matar Fred, um dos gêmeos da família Weasley. No ano passado, foi a vez de Remus Lupin, amigo do pai de Harry. Ela descreveu a escolha de matar o lobisomem como "a única vez em que meu editor me viu chorar".