Autoridades ordenam retirada de área onde meninos estão presos na Tailândia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Autoridades pediram na manhã deste domingo (8, noite de sábado no Brasil) que jornalistas e familiares deixem a área ao redor da entrada da caverna na Tailândia onde 12 meninos e seu técnico de futebol estão presos há duas semanas.

Segundo o jornal britânico The Guardian, a medida aconteceu para facilitar uma operação de resgate, mas não há confirmação ainda do que de fato vai acontecer e se os meninos vão começar a ser retirados nas próximas horas. 

Dezenas de mergulhadores chegaram à caverna de Tham Luang na manhã de domingo e as autoridades montaram lonas bloqueando a área de operação.

Autoridades tailandesas disseram no sábado (7) que estão preocupadas que as pesadas chuvas previstas para os próximos dias, que podem tornar o trabalho ainda mais difícil.

Por isso, afirmaram que podem ser obrigados a resgatar rapidamente os garotos e o técnico da caverna, antes que o local fique inundado. 

Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e seu técnico, de 25 anos, ficaram presos no dia 23 de junho, quando foram visitar o local. Devido a chuva, porém, acabaram presos em uma área remota da caverna, que só pode ser acessada por mergulhadores.