Autoridades paraguaias acham casa com 20 kg de pasta de cocaína nas imediações de penitenciária

Cleide Carvalho
Agentes de segurança se reúnem em frente à Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, de onde 75 presos fugiram no domingo

SÃO PAULO — As autoridades paraguaias encontraram na manhã desta terça-feira 20 quilos de pasta base de cocaína em uma casa nas imediações do presídio de Pedro Juan Caballero, de onde 75 detentos ligados à organização criminosa que atua dentro e fora de presídios paulistas fugiram no último domingo. Na casa foram presos um brasileiro e uma mulher cuja nacionalidade não foi divulgada.

Até agora, seis presos foram recapturados, segundo informações do Ministério Público paraguaio - cinco paraguaios e um brasileiro. O brasileiro foi detido por políciais do Departamento de Operações do Mato Grosso do Sul no município de Ponta Porã. Ele foi identificado como Eduardo Alves da Cruz, de 30 anos, natural de Imperatriz, no Maranhão, e estava preso por tráfico de drogas. Outros 39 detentos de nacionalidade brasileira seguem foragidos.

Os detentos fugiram por um túnel de 20 metros e a fuga em massa provocou a destituição e prisão do diretor do presídio e 29 agentes de segurança. A penitenciária de Pedro Juan Caballero está sob intervenção. A suspeita é que a fuga teve ajuda de funcionários do presídio, que teriam recebido propina para fazer vistas grossas à ação dos presos.