Autoridades salvam 32 das mais de 200 baleias-piloto encalhadas na Tasmânia

Pelo menos 32 baleias-piloto foram salvas de um grupo de mais de 200 que encalharam esta semana na Tasmânia, Austrália.

Após o forte rebentar das ondas de quarta para esta quinta-feira, apenas 35 se mantiveram vivas e, dessas, três ainda não foram restituídas ao mar por estarem num local de difícil acesso às equipas que estão a tentar resgatá-las com meios mecânicos.

Ainda assim, "foi um ótimo trabalho", considerou o diretor do Serviço de Gestão da Vida Selvagem da Tasmânia, Brendon Clark.

O caso aconteceu dois dias depois de um grupo de 14 cachalotes ter encalhado e morrido no areal de outra praia da Tasmânia.