Autoridades suíças e dos EUA questionam Credit Suisse por escândalo da Fifa

Autoridades suíças e americanas questionaram o Credit Suisse sobre as relações bancárias com dirigentes da Fifa acusados de corrupção e subornos

Autoridades suíças e americanas questionaram o Credit Suisse sobre as "relações bancárias" com dirigentes da Fifa acusados de corrupção e subornos, anunciou nesta sexta-feira a instituição financeira suíça.

O segundo maior banco suíço foi questionado sobre as "relações bancárias com alguns indivíduos e entidades vinculadas com a Fifa", afirma o Credit Suisse em um comunicado.

Na mesma nota, o banco destaca que está colaborando com as autoridades.