Autoridades ucranianas descobrem salas de tortura em Kharkiv

As autoridades ucranianas afirmam ter descoberto 18 salas de tortura, como esta, em Vovchansk, na região de Kharkiv, no nordeste do país, na sequência da libertação de várias localidades neste território.

A polícia mostra inscrições feitas por prisioneiros nas paredes e instrumentos utilizados para descargas elétricas.

ZZVNRP
Sala de tortura na Ucrânia. - ZZVNRP

contraofensiva ucraniana continua a avançar. Kiev recuperou recentemente a cidade de Kupiansk e poderá estar na iminência de reconquistar Lyman, de acordo com várias fontes.

Mais a sul, em Bahmut, as tropas russas intensificam os ataques e o exército ucraniano tenta resistir.

Entretanto, a dezenas de quilómetros da linha da frente, Moscovo continua a bombardear infraestruturas civis. Em Dnipro, duas crianças morreram em ataques levados a cabo pelo exército russo, como relata esta moradora.

“Eram duas crianças, com oito e doze anos. A família estava a passar por dificuldades porque os seus avós tinham sido mortos recentemente”, referiu uma moradora.

“É assustador e triste que os civis sejam mortos desta forma. Muito triste”

Nas regiões recentemente recuperadas por Kiev, as marcas da ocupação de Moscovo teimam em ficar.Nas cidades mais próximas da fronteira, o medo não desaparece e intensifica-se devido à utilização de drones iranianos por Moscovo. A Ucrânia afirma ter abatido mais um esta quinta-feira.