Auxílio Brasil: Caixa desconta parcela de consignado de dezembro em novembro; usuários reclamam nas redes sociais

Os beneficiários do programa Auxílio Brasil que pegaram empréstimo consignado na Caixa Econômica Federal levaram um susto ao conferir o valor que vão começar a receber a partir do dia 17: a parcela do crédito que seria descontado em 7 de dezembro, segundo print de contrato obtido no aplicativo Caixa Tem, foi antecipado para novembro. Nas redes sociais é possível ver reclamações sobre a falta de contrato que traga mais informações do crédito.

Na página do Facebook de Paola de Carvalho, diretora de Relações Institucionais da Rede Brasileira de Renda Básica, relatos apontam beneficiados que tiveram o desconto antecipado e pessoas que tiveram o desconto, mas não pegaram empréstimo consignado.

Segundo Paola, as famílias fizeram o consignado por necessidade. Muitas delas tiveram que se reprogramar nos gastos, tentar colocar a vida em dia.

— As famílias foram pegas de surpresa porque assinaram o contrato para desconto em dezembro e já viram o benefício ser descontado em novembro — diz Paola, que acrescenta: — Pior ainda é o uso eleitoral disso, quando muitos grupos reproduzem fakenews de que isso só aconteceu porque Bolsonaro não se reelegeu. Essa moda de aterrorizar os mais vulneráveis precisa ter fim. É fundamental políticas públicas que respeitem a vida humana e a dignidade das pessoas.

Mônica Lima, de 37 anos, moradora do Lins, na Zona Norte da cidade, conseguiu fazer o crédito consignado e ao abrir o Caixa Tem para ver o extrato de pagamento de novembro deu de cara com a parcela de R$ 141 descontadas do Auxílio Brasil de R$ 400, apesar de o print da tela do app mostrar o contrato do consignado com previsão de desconto da mensallidade para 7 de dezembro.

— Peguei por necessidade... A comida está cara, meu filho precisou de remédios por conta de problemas de saúde e não tive de onde tirar — lamenta Mônica.

Rosy Silva, de 28 anos, de Anastácio, no Mato Grosso do Sul, conta ao EXTRA que assim que a Caixa liberou a adesão ao empréstico com desconto no auxílio ela solicitou o crédito, que foi negado. Passado um tempo, Rosy tentou novamente, mas não teve resposta da Caixa e o dinheiro não caiu na conta.

— Peguei meu extrato desse mês e tem um desconto de empréstimo consignado no Auxílio Brasil. Como pode se não recebi nada? — questiona Rosy, mãe de um menino de 5 anos de idade.

Um usuário chamado Lel Kids, do Rio de Janeiro, comentou em uma publicação na página de Paola, que explicava que o Auxílio Brasil não caiu de R$ 600 para R$ 400 este mês, que não fez o empréstimo, mas também foi descontado.

— Bom dia não fiz o empréstimo e já está descontando — escreveu.

Wilma Souza, de Feira de Santana, na Bahia, chama atenção para as datas de desconto da parcela:

— Disseram que seria a primeira parcela só em dezembro, mas já veio agora esse mês de novembro — escreveu.

O mesmo aconteceu com Pri Santos, de Lorena, em São Paulo:

— Não fiz empréstimo e abaixou (o valor do Auxílio Brasil).

Juliana Santos, do Rio de Janeiro, e Amanda de Jesus, de São Paulo, também reclamaram que o desconto foi feito antes da data.

Procurada, a Caixa Econômica Federal respondeu que "na operação do Consignado Auxílio, o Ministério da Cidadania, responsável pelo pagamento do benefício, faz a retenção antecipada do valor da parcela e o posterior repasse dos valores à Caixa.

E continua: "Em relação ao caso específico (da beneficiaria Mônica Lima), a data de 07/12/2022 informada no momento da contratação refere-se ao dia limite para repasse dos recursos pelo Ministério à Caixa ou para pagamento pelo cliente da prestação, quando não tiver sido possível o desconto do benefício".

A Caixa informou ainda que "os clientes recebem, no ato da solicitação do crédito, comprovante com os dados financeiros da operação e a orientação acerca da disponibilização das cláusulas gerais do contrato". E finaliza informando que "mais informações podem ser consultadas na página do Consignado Auxílio, no site da Caixa".