Auxílio Brasil não melhora resultado eleitoral de Bolsonaro, segundo Datafolha

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 14.12.2021 - O presidente Jair Bolsonaro participa de evento de lançamento programa Rodovida 2022, da Polícia Rodoviária Federal, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 14.12.2021 - O presidente Jair Bolsonaro participa de evento de lançamento programa Rodovida 2022, da Polícia Rodoviária Federal, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Apontado como uma das apostas do presidente Jair Bolsonaro para o ano eleitoral, o Auxílio Brasil ainda não teve resultado esperado, de acordo com a pesquisa do Datafolha.

O presidente tem a preferência de 18% dos eleitores que declararam ser beneficiários do programa, percentual menor do que os 22% obtidos no resultado geral. O ex-presidente Lula alcança 61% neste grupo.

O auxílio começou a ser pago no dia 10 e a pesquisa foi feita entre os dias 13 e 16 de dezembro. Ele é apontado pela oposição como um programa eleitoreiro para melhorar o desempenho do presidente entre eleitores mais pobres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos