Auxílio emergencial: beneficiários do Bolsa Família com NIS de final 9 recebem última parcela de R$ 300

Extra
·2 minuto de leitura
Foto: Zimel / Agência O Globo

A Caixa Econômica Federal deposita nesta terça-feira (dia 22) a nona e última parcela prevista do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) de final 9. O pagamento de R$ 415,3 milhões contempla 1,6 milhão de beneficiários. O depósito não inclui o 13º salário, que chegou a ser prometido pelo governo federal, mas não se concretizou.

O valor se refere à quarta cota de R$ 300 (correspondente ao auxílio emergencial extensão), após o pagamento de outras cinco parcelas regulares de R$ 600. Segundo o Ministério da Cidadania, neste mês de dezembro, 15,8 milhões de pessoas cadastradas no programa social foram consideradas aptas a receber a quarta e última parcela da extensão. Elas vão sacar um total de R$ 4,1 bilhões.

O saque imediato poderá ser feito com o cartão magnético do programa social, um grupo por dia, em agências da Caixa Econômica Federal, casas lotéricas ou correspondentes bancários.

O calendário terminará em 23 de dezembro para quem tem NIS de final 0. No caso do Bolsa Família, não há pagamentos em fins de semana. Vale lembrar que as mães chefes de família recebem a parcela dobrada (R$ 600).

A partir do mês de dezembro, o pagamento dos recursos do Bolsa Família começará a ser feitos aos beneficiários desbancarizados por meio de conta poupança social digital. Segundo o governo, a mudança vai permitir que mais de nove milhões de cidadãos que ainda não têm nenhuma conta bancária sejam incluídos no sistema bancário e possam movimentar os valores pelo aplicativo Caixa Tem.

Viu isso? O cartão do programa ou o Cartão Cidadão ainda poderão ser usados para fazer os saques em dinheiro.

O pagamento em dezembro vai seguir a data de crédito regular do programa social: os beneficiários de NIS com final 9 e 0 serão os primeiros desbancarizados a receber os recursos com os serviços da conta poupança social digital, o que representará 1,5 milhão de pessoas ou 16,5% do total de cidadãos com direito ao benefício.

Depois, de acordo com o último digito do NIS, os beneficiários passarão a receber o benefício do Bolsa Família, mês a mês, na conta digital.

Dezembro - NIS de finais 9 e 0

Janeiro - NIS de finais 6,7 e 8

Fevereiro - NIS de finais 3, 4 e 5

Março - NIS de finais 1, 2 e indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua.