Auxílio emergencial: governo cria site para brasileiro acompanhar solicitação

1 / 2

88005197_SO São Paulo SP 30-04-2020 Fila em agência da Caixa no bairro de Itaquera . Foto Edilson.jpg

Trabalhadores enfrentam filas diariamente nas agências da Caixa

O Governo Federal criou um site para consulta da situação dos pedidos de auxílio emergencial de R$ 600, liberados em função da chegada do coronavírus ao Brasil.  Além do portal e do aplicativo da Caixa, agora os trabalhadores brasileiros terão para checagem os endereços virtuais www.cidadania.gov.br/consultaauxilio e https://consultaauxilio.dataprev.gov.br .

Neles, os cidadãos poderão fazer pesquisas pelos seus CPFs e acompanhar detalhamentos dos pedidos, como resultados, datas de recebimento e envio dos dados pela Caixa à Dataprev e vice-versa, além da motivação da negativa do benefício, se essa tiver ocorrido. A análise da segunda solicitação também poderá ser conferida.

O objetivo, segundo o governo, é dar transparência ao procedimento de análise, processamento, homologação e pagamento do benefício.

De acordo com o último balanço liberado pela Caixa Econômica Federal, de um total de quase 97 milhões de cadastros no programa, 50,1 milhões foram aprovados, e outros 5,2 milhões ainda estão passando pela primeira análise. Dos demais, 26,1 milhões foram considerados inelegíveis - e 12,4 milhões de cadastros foram inconclusivos.

Cadastros inconclusivos são aqueles nos quais as informações do requerente trazem dados divergentes, como número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), endereço e informações sobre dependentes. Apenas os cidadãos nesta situação podem refazer seus cadastros. Quem teve o benefício rejeitado e recebeu a classificação de inelegível não pode retificar os dados.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263)