Auxílio Brasil: 1º dia de pagamentos tem filas em agências da Caixa

·2 min de leitura
Auxílio Brasil: postos do Rio amanhecem com filas. Foto: Reprodução/TV Globo
Auxílio Brasil: postos do Rio amanhecem com filas. Foto: Reprodução/TV Globo
  • São Paulo, Recife, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Manaus tiveram picos de aglomeração;

  • Moradores começaram a formar filas desde a noite de terça-feira (16);

  • Em Pernambuco, houve também relatos de venda de lugar na fila com valores entre R$ 10 e R$ 30.

No primeiro dia de pagamento do Auxílio Brasil, estados registraram filas nas portas de agências da Caixa Econômica e dos CRAS - Centros de Referência da Assistência Social: São Paulo, Recife, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Manaus tiveram picos de aglomeração para cadastramento e saque do benefício. 

Em meio a desinformação que marca o início do programa, candidatos começaram a formar filas desde a noite de terça-feira (16).

No Rio de Janeiro, por exemplo, a prefeitura informou que praticamente metade dos cariocas inscritos em programas sociais do governo precisa atualizar o cadastro.

No CadÚnico, dos 610.889 cadastrados, 303.875 (49,7%) estavam com os dados desatualizados. No Bolsa Família — cuja base migrou para o Auxílio Emergencial —, são 303.654 inscritos, mas 156.629 (51,5%) tinham pendências, conforme apurou o G1.

Em Pernambuco, houve também relatos de venda de lugar na fila com valores entre R$ 10 e R$ 30. Havia cocos e pedras perto da agência que seriam para marcar as posições a serem vendidas.

Na capital paulista, a espera nas filas teve média de até duas horas em agências da Caixa. 

Fila na Caixa da rua Américo Salvador Novelli, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo - Rivaldo Gomes/Folhapress
Fila na Caixa da rua Américo Salvador Novelli, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo - Rivaldo Gomes/Folhapress

Segundo a Caixa Econômica, quem recebia o Bolsa Família, na prática, não precisará baixar novamente porque a transição é automática somente atualizar o sistema. Nesta quarta-feira, o governo federal paga aos beneficiários cujo cartão NIS tem final 1.

Para identificar o aplicativo correto, o usuário deve verificar se ele é um produto da Caixa Econômica e comparar a visualização oficial do banco.

A Caixa Econômica Federal lançou o aplicativo do Auxílio Brasil. De acordo com a Caixa, o aplicativo está disponível na Play Store e na Apple Store. Quem já tinha o app do Bolsa deve apenas atualizá-lo para a nova versão, na loja eletrônica de aplicativos do celular.

Programa foi 'pouco buscado' no Google

Segundo reportagem do iG, que consultou dados no Google, os reflexos da busca surtiram efeito na última semana do mês, quando finalmente a procura por "Auxílio Brasil" ultrapassou o interesse pelo programa antecessor em relação ao número de buscas. A reportagem diz que o estado onde a busca por "Auxílio Brasil" registra a maior diferença é o Amazonas. Já a procura por "Bolsa Família" é mais relevante na Paraíba.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos