Auxílio Gás começa a ser pago em janeiro; veja quem recebe

·2 min de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • A partir do dia 18 de janeiro 2022, o governo federal começará a pagar o Auxílio Gás para 5,4 milhões de famílias;

  • As famílias que terão acesso ao Vale Gás a partir da segunda-feira estão na lista de cem municípios que tiveram o estado de calamidade pública decretado;

  • Em janeiro, o benefício poderá ser sacado seguindo o calendário do Auxilio Brasil, e os valores serão liberados de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS).

A partir do dia 18 de janeiro, o governo federal começará a pagar o Auxílio Gás para 5,4 milhões de famílias brasileiras que fazem parte do programa Auxílio Brasil. 

Contudo, a partir da segunda-feira (27), os 108 mil atingidos pelas chuvas em Minas Gerais e na Bahia já terão acesso ao benefício.

Com o valor de R$ 52, o Vale Gás é pago pela Caixa Econômica Federal. Anteriormente, o Ministério da Cidadania havia dito que o pagamento do auxílio começaria a ser feito em dezembro, o que não se consumou.

Leia também:

As famílias que terão acesso ao Vale Gás a partir desta segunda-feira estão na lista de cem municípios que tiveram o estado de calamidade pública decretado.

Como receber o auxílio

O beneficiário precisará utilizar os mesmos cartões e senhas de saque dos valores do Auxílio Brasil. A regra é mesma para os recebedores a partir de segunda-feira e em janeiro de 2022.

De acordo com a Caixa, famílias que recebiam Bolsa Família por meio do aplicativo Caixa Tem, na poupança digital, ainda poderão movimentar o benefício pelo app. O saque também poderá ser realizado nos caixas eletrônicos, nas lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, assim como em agências da Caixa.

Em janeiro, o benefício poderá ser sacado seguindo o calendário do Auxilio Brasil, e os valores serão liberados de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS), caindo na conta a cada dois meses.

Para saber quem tem direito ao benefício, basta escolher entre três canais de atendimento: aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem; por telefone, via Atendimento Caixa ao Cidadão; e pelo telefone 111.

Famílias inscritas no CadÚnico com renda familiar mensal per capta (por pessoa da família) igual ou inferior a meios salário mínimo, ou seja, R$ 550 atualmente, terão direito ao benefício, assim como famílias com integrantes no BPC.

De acordo com o Ministério da Cidadania, uma revisão mensal da lista de quem tem direito ou não aos valores será feita.

Há prioridade para as famílias que têm mulheres vítimas de violência doméstica sob monitoramento de medidas protetivas de urgência .

As informações são do Jornal Folha de São Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos