Auxílio Taxista: confira o calendário de pagamentos do benefício

Auxílio Taxista: confira o calendário de pagamentos do benefício
Auxílio Taxista: confira o calendário de pagamentos do benefício
  • O auxílio taxista prevê pagamento de seis parcelas de R$ 1 mil reais até dezembro;

  • Já foram pagas as parcelas referentes a julho e agosto;

  • Após o recebimento do benefício, os taxistas terão até 90 dias para movimentar a quantia

O Programa do governo federal Auxílio Taxista, que prevê parcelas de R$ 1 mil reais aos motoristas, começou a ser pago em 16 de agosto. Nessa primeira leva, foram depositados os valores referentes aos meses de julho e agosto.

De acordo com o cronograma do benefício, uma segunda data de pagamento das duas primeiras parcelas foi determinada para o dia 30 de agosto para os taxistas das cidades cujas prefeituras perderam o primeiro prazo para enviar os dados dos trabalhadores ao governo. A expectativa é que o total de seis parcelas referentes ao auxílio aos taxistas de todo o país seja realizado até dezembro. Confira abaixo o calendário completo:

Calendário de pagamento do auxílio taxista:

  • 1ª e 2ª parcelas - 16 de agosto

  • 1ª e 2ª parcelas - 30 de agosto (para prefeituras que perderam o prazo)

  • 3ª parcela - 24 de setembro

  • 4ª parcela - 22 de outrubo

  • 5ª parcela - 26 de novembro

  • 6ª parcela - 17 de novembro

Conheça o programa:

O auxílio é destinado aos motoristas com carteira de habilitação válida e alvará em vigor no dia 31 de maio deste ano. Além disso, os motoristas devem ser titulares de concessão, permissão, licença ou autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital para exercer a profissão, ou com autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital.

Após o recebimento do benefício, os taxistas terão até 90 dias para movimentar a quantia, caso contrário, o montante volta para o Tesouro Nacional.

O BEm-Taxista está previsto na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Eleitoral, aprovada em julho pelo Congresso Nacional a menos de três meses das eleições. O texto também cria o BEm-Caminhoneiro e amplia os valores pagos aos beneficiários do Auxílio Brasil e Vale-Gás.