Avanço da coalizão da esquerda ameaça partido de Macron nas eleições legislativas francesas

A corrida para as eleições legislativas francesas está na capa dos principais jornais do da França nesta terça-feira (7). Faltando apenas cinco dias para a votação, a progressão da coalizão da esquerda ameaça o partido do presidente Emmanuel Macron, Renascimento, que tenta manter sua maioria na Assembleia Nacional.

O jornal Le Figaro traz como manchete de capa: "A preocupação aumenta no Palácio do Eliseu", sede da presidência francesa. O motivo é o avanço da Nupes, a Nova União Popular Ecológica e Social, grupo formado por partidos de esquerda para as eleições legislativas de domingo (12).

Le Figaro afirma que a coalizão Juntos, da qual faz parte o partido governista, perde a confiança do eleitorado após diversos escândalos nas últimas semanas, entre eles as acusações de agressão sexual contra o ministro da Solidariedade Damien Abad, e o polêmico dispositivo de segurança utilizado para a final da Liga dos Campeões em 28 de maio, que deixou o ministro do Interior Gérald Darmanin, em maus lençóis.

O jornal Libération destaca a progressão da Nupes, encabeçada pelo líder da esquerda radical, Jean-Luc Mélenchon. O diário ressalta que o chefe do partido França Insubmissa multiplica as aparições nas mídias e investe em viagens pela França para mobilizar pessoalmente seu eleitorado.


Leia mais

Leia também:
Candidatos pró-Macron chegam à frente no primeiro turno das legislativas entre residentes no exterior
França: coalizão da esquerda para eleições legislativas conta com apoio de eleitores progressistas
Unida a Mélenchon, esquerda inicia campanha para eleições legislativas na França

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos