Ave morta é encontrada em presídio no Rio com 200 gramas de pasta base de cocaína presas no pescoço

·1 minuto de leitura

Um pombo morto foi encontrado com 200 gramas de pasta base de cocaína presas em seu pescoço na manhã dessa sexta-feira no presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes. A ave foi achada por agentes penitenciários na área comum do pavilhão um, entre as galerias A e B.

A apreensão foi registrada na 146a DP (Guarus) pelos agentes penitenciários e a Secretaria de Administração Penitenciária(Seap) do Rio abriu um procedimento para apurar o caso.

Agentes penitenciários da unidade relataram na delegacia que há muitos gatos na cadeia, por isso acreditam que a ave tenha sido morta por um dos animais. Eles também informam que não foi possível identificar quem eram os destinatários da droga.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos