‘Avenida Brasil’ chega ao fim com Nina e Carminha fazendo as pazes no lixão e segredo de Adauto revelado

1 / 2

Carminha-e-Nina

Carminha e Nina fazem as pazes no último capítulo

Um dos maiores sucessos da teledramaturgia brasileira, “Avenida Brasil” chega ao fim nesta sexta-feira (dia1º) no “Vale a pena ver de novo”, da Rede Globo. O último capítulo da novela, exibido originalmente em 19 de outubro de 2012, foi dividido em duas partes, uma delas já exibida nesta quinta-feira, quando Carminha (Adriana Esteves), depois de salvar a vida de Tufão (Murilo Benício) e Nina (Débora Falabella), foi presa e confessou o assassinato de Max (Marcello Novaes).

Nesta sexta-feira, Jorginho (Cauã Reymond) e Nina viajam, e ela anuncia que está grávida de seu grande amor. Lucinda (Vera Holtz), que estava presa injustamente, é liberta da prisão e volta feliz ao lixão. Após alguns dias, busca Carminha na prisão, lhe dá um abraço, mas a vilã não retribui. As duas vão para o lixão. Lá, onde tudo começou, as suas maiores rivais da trama de João Emanuel Carneiro se reencontram. O casal Nina e Jorginho leva o filho para visitar Mãe Lucinda e se depara com Carminha. A vilã se emociona ao encontrar o neto, e não se conforma que Nina a tenha perdoado. Mas o clima é de reconciliação: apesar de Carminha não deixar de alfinetar Nina durante o café na cozinha, as duas se abraçam e choram juntas. Jorginho também perdoa Carminha.

 

Enquanto isso, Monalisa (Heloísa Perrissé) se adapta bem à vida na mansão de Tufão e joga cartas com a família. Na trama, passam-se três anos. Ivana fica mesmo com Silas (Aílton Graça) e os dois engatam num relacionamento. Cadinho (Alexandre Borges) se casa com Alexia (Carolina Ferraz), Noêmia (Camila Morgado) e Verônica (Débora Bloch) se casam com Cadinho.s em cerimônia realizada no Divino.

Olenka (Fabiula Nascimento), finalmente, vai descobrir o que disseram no ouvido de Adauto (Juliano Cazarré) na hora em que ele bateu o fatídico pênalti do Divino: que ele usa chupeta! Decidida a saber o que aconteceu no dia em que Adauto perdeu o gol, Olenka encontra o jogador do time adversário que cochichou no ouvido dele. O ex-atleta, que se chama Ceará e hoje trabalha como entregador num mercado, conta à cabeleireira que foi amigo de Adauto na escola e que o apelido dele era Chupetinha. O rapaz diz a Olenka que falou o apelido na hora que Adauto ia bater o pênalti para ele se descontrolar e não dar ao clube o seu título mais importante.Assim, ela articula a volta do jogador aos campos de futebol e ele marca um gol de pênalti. Quase todo o elenco do Divino Futebol Clube almoça e brinda na casa de Tufão.

 

Em 2012, quando foi ao ar pela primeira vez, “Avenida Brasil” parou o país quando seu desfecho foi exibido. Na época, o “Jornal Nacional” mostrou imagens de ruas desertas. Amigos e parentes se reuniram em casas, bares e restaurantes para saber como seria o fim da novela do horário das nove. Nesta quarentena, o último capítulo promete mobilizar as famílias em frente à TV, em casa.