Avenida Rei Pelé é inaugurada em trecho da antiga Radial Oeste que passa pelo Maracanã

A Avenida Rei Pelé foi oficialmente inaugurada nesta quarta-feira no Rio. Além do decreto publicado no Diário Oficial do estado, duas placas foram instaladas para sinalizar o trecho rebatizado da Radial Oeste: uma de rua, com o logradouro, em frente ao acesso A do Maracanã, e outra de trânsito, localizada perto da passarela da estação São Cristóvão do metrô, no sentido Vila Isabel, Zona Norte.

Secretaria estadual de Educação determina que servidores da sua sede, com risco estrutural, trabalhem em home office

Renovação da CNH: motoristas voltam a ter prazo de 30 dias para renovar carteira

A homenagem é marcada por simbolismo. A escolha do trecho de 1.470 metros da Radial Oeste, uma das principais vias da cidade, se deu por abrigar o Maracanã, templo sagrado do futebol e onde o ídolo marcou seu milésimo gol. A Avenida Rei Pelé começa na confluência com a Avenida Maracanã e termina na confluência das ruas São Francisco Xavier e Oito de Dezembro.

Na placa em frente ao estádio, está escrito “PELÉ”, sua data de nascimento, 1940, e o símbolo do infinito no lugar da data de morte, justamente para apontar a imortalidade do jogador. No texto que descreve a placa consta: "Edson Arantes do Nascimento, atleta do século, maior jogador de todos os tempos, sinônimo de Brasil aos olhos do mundo".

Encalhe: Animais que assustaram banhistas em praia de Arraial do Cabo são baleias de rara aparição no Rio

A referência é mundial e atravessa gerações. Miguel Costa Gomes, de 7 anos, assiste ao jogo das estrelas todo ano no Maracanã. Dessa vez, ele fez um tour pelo estádio com a mãe e um amiguinho da escola, também com a mãe. Calhou de ser o dia da inauguração da Avenida Rei Pelé. Com 1,20m de altura, vestido de uniforme do Flamengo e chuteira, o menino contou o que achou da homenagem ao astro do esporte.

'Não tenho esse poder': Presidente da Liesa diz que não tem como barrar Antonia Fontenelle na Sapucaí

— Eu sou flamenguista raiz. Comecei a gostar de futebol em 2020, quando os meus amigos me chamaram para jogar. Jogando, aprendi a gostar. Eu quero ser jogador igual ao Pelé. Gostei da homenagem para o nosso rei — disse Miguel, de 7 anos.

A memória do Rei do futebol e suas passagens pelo icônico estádio do Rio vão continuar ressoando entre os cariocas, até para os que ainda vão chegar. É o que acredita o subprefeito da Grande Tijuca, Felipe Quintans.

Férias escolares: Projeto Botinho, do Corpo de Bombeiros do Rio, abre inscrições na próxima semana

— Muitas crianças que começam a jogar bola conhecem o Pelé, e as crianças que ainda vão nascer vão conhecer e se espelhar no jogador, porque tem muita coisa para aprender e ser contada pelos mais velhos. É muito importante essa referência — disse Quintans.

Para ele, a sinalização visual traz ao monumento do esporte, no Rio, mais um importante atrativo turístico para quem o visita.

— É realmente uma emoção. A gente sabe que o Pelé é o maior jogador do mundo, e a placa em frente ao Maracanã faz um retrato do futebol mundial. Vai ser um novo ponto de visitação da cidade, na grande Tijuca e no Rio — afirmou Quintans.

Metrô: Estado planeja retomar obras da estação da Gávea após prazo de validade de inundação ter vencido

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, não foi à inauguração, mas publicou em suas redes imagens das placas. Nas postagens, ele escreveu “Agora é oficial! Avenida Rei Pelé!”.

Se a população vai se acostumar rapidamente com o novo nome da via, ainda não se sabe. Mas já deu para perceber algum sinal. Do alto da rampa da Uerj, perto do acesso A do estádio do Maracanã, um homem dispara, em típico "carioquês": "É a Avenida Rei Pelé, mané!".