Avião britânico quase foi atingido em agosto por foguete perto de Sharm al-Sheikh, diz mídia

LONDRES (Reuters) - Um avião britânico de passageiros quase foi atingido por um foguete quando estava pousando em Sharm al-Sheikh, no Egito, em agosto, publicou a mídia britânica neste sábado, apesar do governo do Reino Unido ter afirmado que o incidente não foi um ataque deliberado. O piloto do voo da companhia Thomson que ia de Londres ao Egito realizou uma manobra evasiva depois de ver o míssil vindo em direção ao avião quando a aeronave esta indo para o resort no Mar Vermelho, publicou o Daily Mail. O foguete pode ter ficado a 300 metros do avião, afirmou uma fonte não nomeada pelo jornal. A Inglaterra confirmou que o incidente ocorreu, mas minimizou sua importância enquanto investigadores tentam encontrar a causa para a queda de um avião russo de passageiros no Egito. Autoridades do Ocidente acreditam que a aeronave foi derrubada por uma bomba depois de decolar de Sharm al-Sheikh, em 31 de outubro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos