Avião com Marília Mendonça atingiu cabo de alta tensão antes de cair, diz companhia de energia de Minas Gerais

·5 min de leitura

O avião que levava Marília Mendonça e outras quatro pessoas de Goiás para Caratinga, em Minas Gerais, atingiu um cabo de uma torre de energia da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) antes de cair, disse a empresa. Todas os cinco morreram. O bimotor foi encontrado numa área perto de uma queda d'água na serra da cidade de Piedade de Caratinga, no interior do estado. A Aeronáutica apura as causas do acidente. O velório da artista acontecerá no ginásio Goiânia Arena, na capital do estado, por volta de 8h. O espaço fica ao lado do estádio Serra Dourada.

A aeronave caiu a apenas dois quilômetros da pista onde faria o pouso, segundo a polícia militar mineira. O bimotor King Air da Beech Aircraft, fabricado em 1984, podia levar até 6 passageiros. Segundo uma testemunha, que é piloto, após a colisão contra os fios, o avião perdeu um motor e a sustentação.

A Força Aérea Brasileira (FAB) vai periciar os destroços do avião, ouvir testemunhas de onde o avião decolou e do destino, revisar documentos e outros detalhes. A Aeronáutica afirmou que investigadores do Rio de Janeiro vão até o local da tragédia para apurar as causas do acidente. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião em que Marília Mendonça estava tinha a documentação em dia e autorização para fazer táxi aéreo.

Aos 26 anos, Marília Mendonça acumulava os títulos de compositora e cantora mais concorrida do mercado sertanejo. No final de 2015, ela lançou seu primeiro DVD sem grandes pretensões, mas em seu primeiro show em Goiânia os ingressos esgotaram uma semana antes da apresentação. Marília ganhou Goiânia, Brasília e foi desbravando cada canto, até chegar no Nordeste, onde virou a Rainha da Sofrência! Hoje, é de Marília tem o maior canal do segmento de música sertaneja do YouTube com mais de 21 milhões de inscritos. Ela se tornou a primeira artista brasileira a atingir a marca de 12 bilhões de visualizações.

Seu primeiro DVD foi gravado em 2015 em uma sala do estúdio de Eduardo Pepato, com aproximadamente 40 metros e para 30 pessoas envolvendo equipe, compositores e amigos. Já em 2016, a gravação do segundo DVD aconteceu no Sambódromo de Manaus/AM, para mais de 40 mil pessoas. O registro, que também foi lançado em CD, foi indicado ao Grammy Latino 2017 na categoria “Melhor Álbum da Música Sertaneja”.

Em 2018, lançou para o projeto “Agora É Que São Elas” quatro faixas inéditas: “Estranho”, “Ausência”, “Parece Namoro” e “Coração Mal Assombrado”. Ao lado da dupla Maiara & Maraisa, o projeto audiovisual alcançou a marca de 1 bilhão de visualizações. O resultado foi divulgado como a maior marca que uma produção gravada no YouTube Space Rio já atingiu. Além do sucesso com as músicas do álbum, Marília encerrou 2018 com uma das músicas mais tocadas nas rádios do país, “Transplante”, em parceria com a dupla Bruno & Marrone.

Inquieta e sempre em busca de novos desafios, Marília iniciou 2019 com o projeto “Todos os Cantos”. Ousado e idealizado pela própria cantora, tinha a proposta de percorrer todas as capitais do Brasil e, em cada uma, gravar uma música inédita em um show aberto ao público. Sempre de surpresa, no dia do show, a divulgação era feita pela própria cantora e sua equipe, panfletando em um ponto turístico da cidade.

Com o “Todos os Cantos” Marília percorreu 19 cidades e lançou três EPs, “Todos os Cantos Vol. 1, 2 e 3”. O resultado? Após um mês do lançamento do primeiro EP, com 12 faixas, Marília colocou 10 no Top 200 do Spotify. Com o álbum, a cantora novamente foi indicada ao Grammy Latino e, dessa vez, saiu vencedora na categoria “Melhor Álbum de Música Sertaneja”.

Na segunda parte do projeto, a faixa “Todo Mundo Vai Sofrer” quebrou um recorde no Spotify Brasil e é a música que mais tempo ficou em 1° lugar no ranking Top 50 Brasil, por 85 dias consecutivos. Na plataforma a cantora tem mais de 18 milhões de seguidores e 7,5 milhões de ouvintes mensais. Com esses números, além de ser a brasileira mais seguida do Spotify, Marília passou os Beatles no ranking de seguidores e entrou para a lista dos 500 artistas mais ouvidos no mundo.

Em 2016, Marília participou pela primeira vez do Festival Festeja em Boston, nos Estados Unidos. No ano seguinte, com a turnê Europeia do Festival, se apresentou em Lisboa, Bruxelas e Londres. Depois dessas participações, em 2018 a cantora desembarcou com a sua turnê solo nos Estados Unidos. Foram cinco shows lotados na cidades de Orlando, Atlanta, Deerfield Beach, Newark e Boston.

Já em 2019, foi a vez de levar a turnê “Todos os Cantos” para a Europa. Londres, Amsterdã, Zurich e Lisboa foram arrebatados pela sofrência de Marília, que decidiu compartilhar com os seus fãs todos os bastidores desses shows. A série “Marília Mendonça – Tour Europa 2019” que está disponível do IGTV da cantora, tem quatro episódios e além dos bastidores dos shows, mostra também a apresentação que a cantora fez na festa de aniversário do jogador Neymar, em Paris.

Marília tinha, atualmente, a agenda de shows mais concorrida do mercado, com média de 20/mês. Com público fiel, já chegou a fazer show para 90 mil pessoas. No início de 2020, a cantora se preparava para voltar aos palcos com a continuação da turnê “Todos os Cantos”, em que cantava todas as músicas do projeto além de relembrar alguns clássicos de sua carreira, quando a pandemia da Covid paralisou o mercado de shows.

Enquanto aguardava a retomada, Marília continuou lançando singles, gravados durante a última live que fez, em outubro passado, quando relembrou o início de sua carreira. Época em que escreveu diversas composições.

Em 2019 e em 2020, Marília Mendonça foi a artista mais ouvida no Brasil, segundo o Spotify. Assim como em 2019, os sertanejos dominaram o Top 10 do serviço de streaming, com mais seis nomes entre os dez primeiros, que também conta com Anitta e o DJ Alok. Na lista mundial, o primeiro lugar ficou com o rapper Bad Bunny. Marília também tem o clipe musical mais visto do YouTube no Brasil, com a música "Graveto".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos