Queda de avião leve deixa oito mortos em Medellín, Colômbia

Os oito viajantes a bordo de um avião bimotor leve que caiu nesta segunda-feira (21), em uma área residencial da cidade colombiana de Medellín (noroeste), morreram – informaram autoridades locais.

O aeroporto Olaya Herrera, de onde a aeronave decolou, anunciou no Twitter que os seis passageiros e dois tripulantes "foram reportados (...) como vítimas mortais" pelo Departamento Administrativo de Gestão de Risco de Desastres de Medellín.

Vídeos divulgados pela prefeitura da segunda cidade mais populosa da Colômbia mostram um grupo de socorristas removendo escombros de um prédio parcialmente destruído no bairro de Belén Rosales.

Em um comunicado, a autoridade aeronáutica disse que uma equipe de investigadores "se desloca para o local dos fatos para recolher evidências que permitam determinar as causas do acidente".

Mais cedo, o prefeito de Medellín, Daniel Quintero, havia informado sobre o ocorrido, publicando um tuíte acompanhado de um vídeo, no qual uma coluna de fumaça preta podia ser vista em uma área residencial.

“Trata-se de uma aeronave Piper Bimotor que fazia a rota de Medellín até o município de Pizarro, departamento de Chocó (oeste). Decolando, relatou falha no motor (e) não conseguiu retornar ao aeroporto Olaya Herrera", detalhou Quintero em outro tuíte.

"Todos os serviços do governo foram ativados para socorrer as vítimas", completou.

A área onde o avião caiu fica próxima do aeroporto Olaya Herrera, o segundo maior da cidade, destinado principalmente a cobrir rotas locais. Devido ao acidente, entre saídas e chegadas, 12 voos foram cancelados, de acordo com o aeroporto.

O departamento de Chocó, destino da aeronave, é uma zona de selva na costa do Pacífico de difícil acesso por estrada.

Com quase três milhões de habitantes, Medellín é a segunda cidade na Colômbia mais visitada por turistas, atrás de Bogotá e à frente da caribenha Cartagena.

jss/dga/ap/tt/mvv