Acrobata do Cirque du Soleil morre após cair durante apresentação na Flórida

Miami, 18 mar (EFE).- Um veterano acrobata do Cirque du Soleil morreu após cair durante um espetáculo na noite de ontem na cidade de Tampa, no oeste da Flórida (Estados Unidos), informaram neste domingo o grupo e porta-vozes de um hospital local.

Yann Arnaud, com mais de 15 anos de experiência, caiu no palco após perder o controle enquanto realizava um número de acrobacia a 4,5 metros de altura, o que fez com que o espetáculo "Volta" fosse paralisado para que recebesse os primeiros socorros.

O acrobata, nesse momento já inconsciente, foi transferido ao Tampa General Hospital, onde posteriormente morreu em consequência dos ferimentos, segundo confirmou um porta-voz do centro médico ao jornal "Tampa Bay Times".

"Toda a família do Cirque du Soleil está comovida e devastada por esta tragédia. Yann Arnaud esteve conosco por mais de 15 anos e foi amado por todos os que tiveram a oportunidade de conhecê-lo", afirmou hoje em comunicado o presidente da companhia circense, Daniel Lamarre.

O grupo cancelou suas apresentações previstas para hoje e está colaborando com as autoridades na investigação do acidente, segundo acrescentou o comunicado.

A temporada de "Volta" estreou na Tampa Greyhound Track em meados de fevereiro.

Na última publicação que o acrobata fez em sua conta oficial no Instagram, no sábado, afirmou: "Depois de tanto trabalho e treino e encenação, o nosso duo nas correias finalmente está no show desta noite". EFE