Búzios tem divergência no número de casos de Covid-19 entre prefeitura e estado, mas ambos mostram aumento

O Globo
·1 minuto de leitura
Brenno Carvalho / Agência O Globo

RIO — O crescimento no número de casos e de óbitos em decorrência da Covid-19 em Armação de Búzios levou a Justiça do Rio a determinar, na quarta-feira, dia 16, a volta do fechamento das atividades no município. O documento traz os registros de casos fornecidos pela prefeitura — que divergem dos publicados pela Secretaria estadual de Saúde (SES) —, em que o crescimento se mostra ainda mais acelerado. Em boletim divulgado nesta quinta-feira, dia 17, o número de confirmações chega a 2.452, 29 a mais do que no dia anterior. No boletim do estado, foram 53 novos casos, e o número chegou a 1.021. Já os óbitos somam 25, quatro a mais do que o número divulgado no boletim da SES na tarde desta quinta-feira.

A cidade — um dos destinos mais desejados por brasileiros para as festas de fim de ano — voltou a fechar as portas nesta quinta-feira, dia 17, apesar de protestos, inclusive na rua. A decisão teve como base o aumento dos números da pandemia no local. A informação foi antecipada pela coluna de Berenice Seara, no EXTRA.