'Baby Shark' ultrapassa 10 bilhões de visualizações no YouTube, tornando-se o primeiro vídeo a bater essa marca

·1 min de leitura

O sucesso infantil “Baby Shark”, do selo educacional Pinkfong, da companhia de entretenimento sul-coreana SmartStudy, ultrapassou 10 bilhões de visualizações no YouTube nesta quinta-feira, dia 13, tornando-se o primeiro vídeo na plataforma a bater essa marca.

“Estamos muito satisfeitos em anunciar que nosso amado Baby Shark registrou outro marco notável”, disse Kim Min-seok, CEO da Pinkfong, em comunicado.

O clipe do tubarão bebê foi lançado em junho de 2016 e, na semana de 12 de janeiro de 2019, entrou na 32ª posição da parada musical Hot 100 da Billboard. Em novembro de 2020, foi a vez de o vídeo atingir 7,04 bilhões de visualizações, superando “Despacito” (2017) de Luis Fonsi e Daddy Yankee, e passando a ocupar o posto de publicação mais vista no YouTube.

“Foi uma jornada verdadeiramente significativa testemunhar como o Baby Shark conectou pessoas ao redor do mundo, e mal podemos esperar para apresentar as novas aventuras do Baby Shark que trarão experiências incomparáveis ​​para ainda mais fãs em todos os lugares”, acrescentou o CEO da Pinkfong.

O sucesso de "Baby Shark" na internet, mostrado em postagens tanto de anônimos quanto celebridades, foi impulsionado pela dança viral que as crianças fazem no vídeo. E as iniciativas ao redor do clipe não pararam aí. Também houve uma turnê de 100 datas em 2019 e o lançamento da série da Nickelodeon "Baby Shark's Big Show" e de NFTs em 2021. Além disso, a Nickelodeon também anunciou que está desenvolvendo um longa-metragem envolvendo o tubarão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos