Bachelet afirma que não teve visita a Xinjiang supervisionada

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, encerrou a visita à China com uma entrevista coletiva. Ela afirmou que não teve acesso aos centros de educação vocacional, mas respondeu às críticas de que teria sido pouco crítica à Pequim.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos