Bahia amplia toque de recolher após aumento de ocupação em leitos de UTI

DIEGO GARCIA
·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O governador da Bahia Rui Costa (PT) anunciou neste domingo (21) a ampliação do toque de recolher no estado por causa do aumento no percentual de ocupação dos leitos de UTI locais. Em rede social, Costa disse que 80% dos leitos estão sendo utilizados no momento em meio à pandemia de Covid-19 na Bahia. "E a consequência será a ampliação do horário do toque de recolher", escreveu. Assim, a partir desta segunda (22), a restrição será das 20h às 5h, com exceção da região oeste do estado. Nesse intervalo de tempo, será permitido apenas o deslocamento a serviços de saúde e farmácias ou em situações de emergência comprovadas. O governo ainda divulgou nota dizendo que 381 cidades baianas são atingidas pelo novo decreto, que vai até o próximo dia 28 de fevereiro. De acordo com o governo, não são atingidos pela restrição os serviços de limpeza pública, manutenção urbana, delivery de medicamentos e atividades de transporte privado de passageiros. O atendimento presencial em bares e restaurantes será reduzido até as 18h, com o transporte metropolitano indo até as 20h30 e o delivery dos alimentos até as 23h. "Medidas visam conter o avanço do coronavírus. Estamos vivendo um momento extremamente grave e conto com a compreensão de todos", escreveu Rui Costa. Na última sexta-feira (19), o Ministério Público da Bahia recomendou abertura progressiva de leitos no estado diante do aumento acelerado de casos. Nas recomendações, o órgão lembra que foram mais de 3.800 casos entre os dias 15 e 16 de fevereiro na Bahia.