Balanços e rali da tecnologia impulsionam ações europeias ao fim de mês volátil

Por Sruthi Shankar

(Reuters) - As ações europeias subiam nesta sexta-feira para o maior patamar em uma semana, com balanços corporativos fortes e uma alta no setor de tecnologia aumentando o apetite por risco ao final de um mês volátil, dominado por preocupações com a desaceleração do crescimento global.

Às 7:51 (de Brasília), o índice pan-europeu STOXX 600 subia 0,62%, a 449,84 pontos.

Preocupações com aumentos mais rápidos dos juros, conflito na Ucrânia, lockdowns da Covid-19 na China e avaliações exageradas no setor de tecnologia dos EUA desencadearam vendas nas ações globais neste mês, com o STOXX 600 chegando a cair para o menor nível em um mês em certo ponto.

No entanto, resultados corporativos favoráveis desta semana ajudaram os mercados a se recuperar de baixas.

A farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk ganhava 4,3%, após aumentar suas vendas e perspectivas de lucro operacional para o ano, enquanto o grupo francês de materiais de construção Saint-Gobain subia 2,6%, depois de registrar vendas recordes no primeiro trimestre.

"Vimos durante a pandemia que os resultados corporativos são bastante resistentes aos grandes choques econômicos. Isso também é sinalizado por balanços recentes", disse Elwin de Groot, economista sênior de mercado do Rabobank.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,12%, a 7.517,89 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,75%, a 14.084,37 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 0,52%, a 6.542,16 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 0,60%, a 24.198,92 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,28%, a 8.535,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,73%, a 5.975,41 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos