‘Baleias’ do bitcoin aproveitaram a baixa para comprar e acumular mais

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
'Baleias' seguiram acumulando bitcoins. (Foto: Getty Images)
'Baleias' seguiram acumulando bitcoins. (Foto: Getty Images)

O bitcoin perdeu valor desde o seu pico histórico de US$ 41 mil, semanas atrás, e hoje é negociado por um valor na casa dos US$ 32 mil – ainda alto.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Mas será que essa queda mostra que há, afinal, um teto baixo para o valor da mais famosa criptomoeda do mundo? Que acabou o apetite dos grandes investidores?

Leia também:

Pelo que os dados mostram, não. Pelo contrário. Informações do mercado mostram que os grandes investidores estão, na verdade, aproveitando o momento de baixa para injetar mais dinheiro em criptoativos.

Segundo informações da Coindesk, o número de “baleias” aumentou em 2021, inclusive na semana passada, com pelo menos mais 15 “baleias” surgindo na rede.

“Baleia” é o apelido dado para endereços individuais ou grupos de endereços na rede blockchain que possuem mais de 1 mil bitcoins - ou seja, grandes investidores.

Não faltaram também aquisições anunciadas. A MicroStategy, famosa por investir em bitcoins, anunciou que aproveitaria a janela de baixa para colocar mais US$ 10 milhões na rede, com a compra de mais 314 bitcoins.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube