Bancada do PT quer ao menos R$ 2 milhões de fundo eleitoral para atuais deputados

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*Arquivo* Brasília, DF, 13.04.2022 - Prédio do Congresso Nacional. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
*Arquivo* Brasília, DF, 13.04.2022 - Prédio do Congresso Nacional. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os atuais deputados do PT esperam receber pelo menos R$ 2 milhões de fundo eleitoral para financiar suas campanhas neste ano.

A expectativa é que candidaturas femininas recebam volume próximo do teto do fundo, que será de R$ 3,1 milhões neste ano. O valor final de cada grupo ainda vai ser determinado pela Executiva petista.

Em resolução divulgada no final de junho, o Diretório Nacional definiu apenas os critérios de distribuição e utilização dos recursos do fundo nas eleições de 2022. Candidaturas a deputados federais homens terão 29,41% da cota total, que é de R$ 499,6 milhões.

Já o PSB, do vice Geraldo Alckmin, fará uma reunião nesta terça-feira (12) para tentar definir os critérios gerais de distribuição do fundo. O partido terá cota de R$ 267 milhões.

A bancada quer que a direção da legenda decida os percentuais, de forma que até o final do mês os parlamentares já saibam quanto poderão gastar. A campanha eleitoral tem início em 16 de agosto.​

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos