Banco do Brasil proíbe 'short, saia curta e chinelo' em avaliação de funcionários

Ricardo Moraes/AP Photo
Ricardo Moraes/AP Photo

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Banco fará avaliação do corpo de funcionários por meio do “programa de certificação de conhecimentos" entre o próximo dia 30 e o dia 29 de novembro.

  • Neste ano, a preocupação é com os trajes: “Não é permitido o acesso de “short, saia curta e chinelo”.

O Banco do Brasil decidiu adotar uma preocupação extra em relação às provas do 25º “programa de certificação de conhecimentos", voltado ao corpo de funcionários em todo o país: não será permitido o acesso à avaliação com “short, saia curta e chinelo”.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO FLIPBOARD

A informação foi publicada pelo blog do jornalista Lauro Jardim, no jornal O Globo, neste domingo (15).

Leia também

A avaliação por meio do “programa de certificação de conhecimentos" será realizada entre o próximo dia 30 e o dia 29 de novembro.

De acordo com o jornalista de O Globo, a inovação nas provas deste ano estaria relacionada com “os ventos conservadores que sopram no governo federal e no próprio BB”.

Em abril passado, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) censurou uma campanha publicitária do baco, dirigida para o público jovem, divulgando o serviço de abertura de conta corrente por aplicativo no celular. O episódio também envolveu a saída do diretor de Comunicação e Marketing do banco, Delano Valentim.

A peça publicitária era estrelada por atores negros e brancos, em uma analogia à diversidade racial e sexual do país. ela foi veiculada durante menos de duas semanas.