Banco Central autoriza transferências de dinheiro pelo WhatsApp

Gabriel Shinohara
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O Banco Central (BC) autorizou nesta terça-feira que o WhatsApp ofereça os serviços de transferência entre usuários do aplicativo.

A autorização foi dada à Visa e à Mastercard, parceiros do WhatsApp, e ao Facebook, empresa dona do aplicativo de mensagens. No entanto, o BC ainda não permitiu a função de compra, que ainda está em análise.

"O BC acredita que as autorizações concedidas poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos", disse a autoridade monetária em nota.

O WhatApp anunciou a funcionalidade de transações no dia 15 de junho do ano passado, mas, uma semana depois, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e o Banco Central decidiram suspender o serviço por conta de preocupações com a segurança e a competitividade do setor.

Já na semana seguinte, o Cade reviu sua posição depois de receber informações do Facebook, dono do WhatsApp, e da Cielo, que entraria com parceira na empreitada.

No entanto, o BC continuou com a suspensão e disse que a operação seguiria o ritmo normal de análise. Em agosto, o Banco Central liberou os testes para o serviço e autorizou parte do funcionamento nesta terça.