Banco Central da China lança aplicativo para pagamentos com moeda digital em cidades-piloto

·1 min de leitura

PEQUIM — O Banco Central chinês (PBoC, na sigla em inglês) deu a largada para a certificação oficial para pagamentos e transferências com moedas digitais, através de um aplicativo de smartphone, o chamado e-renminbi (e-CNY).

A novidade, no entanto, está disponível em apenas algumas cidades-piloto, entre elas Shenzhen, Xi'An, Dalian, Qingdao e Xangai, além da região que vai sediar os Jogos Olímpicos de Inverno, em Pequim e Zhangjiakou.

Os pagamentos com moeda digital já faz parte do dia-a-dia dos chineses há alguns anos, desde que foi lançada pelo aplicativo de mensagens WeChat, durante as festividades do Ano Novo chinês, em 2014. A novidade foi seguida pelo AliPay.

O lançamento do app é mais um teste do banco central chinês, que busca criar sua própria moeda digital , que difere de outras criptomoedas, como o bitcoin, já que o e-CNY está dentro de uma mesma rede (blockchain).

O e-CNY já pode ser encontrado nas lojas de aplicativos para smartphones para usuários de Android, do Googlee, e iOS, da Apple, na China. Também está disponível para download em lojas de aplicativo como Qihoo 360, Xiaomi e Baidu. o

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos