Banco Central: Pix poderá ser usado para pagar conta de celular

Gabriel Shinohara
·1 minuto de leitura
Agência O Globo

BRASÍLIA — O Banco Central (BC) anunciou nesta quarta-feira que o Pix, sistema de pagamentos e transferências instantâneos, poderá ser usado para pagar faturas de celular, além da recarga de serviços pré-pagos.

Essa possibilidade veio com o acordo entre o BC e o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e Serviços Móvel Celular e Pessoal (SindiTeleBrasil). Segundo o BC, a implementação do novo meio de pagamento será feita gradualmente de forma independente por cada empresa.

“A parceria tem o objetivo de proporcionar o Pix como alternativa, melhorando a experiência de pagamento dos usuários e a gestão financeira dos recebimentos das empresas de telefonia móvel. Além disso, reforça o Pix como uma alternativa de pagamento entre a população brasileira” - disse em nota.

Neste dia 16 de dezembro, faz um mês desde que o Pix começou a operar plenamente no mercado, já foram mais de 114 milhões de chaves foram cadastradas, sendo 109 milhões de pessoas físicas e 5 milhões de pessoas jurídicas.

No período, foram feitas 87,5 milhões de transações, que movimentaram um total de R$ 78 bilhões.