Site do Banco Central sai do ar com sobrecarga de acessos a sistema que aponta dinheiro esquecido nos bancos

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O site do Banco Central saiu do ar, na noite desta segunda-feira, mesmo dia em que o órgão lançou um serviço que permite aos cidadãos checarem se têm dinheiro a receber de instituições financeiras.

O site do BC saiu do ar por volta de 21h e ainda não voltou. O Banco Central foi procurado, mas não se manifestou.

O sistema lançado pelo BC permite que os clientes de bancos acessem recursos de cobranças indevidas ou remanescentes de contas antigas encerradas. Em alguns casos, os clientes nem sabem que têm direito a receber.

Segundo o Banco Central, um levantamento feito em junho de 2021 mostrou que clientes tinham cerca de R$ 8 bilhões a receber dos bancos. Boa parte das pessoas desconhece ou não se lembra que tem esse direito.

O Sistema de Informações de Valores a Receber (SVR), na página do BC na internet, permite a consulta de recursos remanescentes nas contas, para pessoas físicas e empresas, e facilita o processo de devolução.

O sistema oferece informações sobre saldo credor de contas encerradas, parcelas de empréstimos e tarifas cobradas indevidamente, além de recursos não procurados após o encerramento de grupos de consórcio e cotas de capital a devolver em cooperativas de crédito, entre outros casos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos