Londres mobiliza 300 policiais adicionais após aumento de crimes violentos

Londres, 7 abr (EFE).- A Polícia Metropolitana de Londres anunciou neste sábado que mobilizará mais 300 policiais em diversas partes da cidade neste fim de semana devido ao aumento dos crimes violentos cometidos com pistola e arma branca.

Seis pessoas morreram em tiroteios ou esfaqueamentos nos últimos sete dias na capital britânica. Este ano já soma 55 assassinatos, quase a metade do que foi registrado em 2017, que teve 116 casos.

A presidente do Conselho Nacional britânico de Chefes de Polícia, Sara Thornton, defendeu neste sábado que os agentes devem voltar a utilizar com mais frequência a capacidade de reter e revistar pessoas em bairros castigados pela violência.

"Esse poder talvez tenha sido utilizado com muita generosidade no passado, mas o pêndulo oscilou agora para a direção oposta. Nossos agentes devem voltar a usar essas capacidades. De maneira legal e respeitosa, mas com confiança", disse Thornton em artigo publicado no jornal "Daily Telegraph".

A polícia informou que deteve três menores, com idades entre 16 e 13 anos, por relação com o esfaqueamento de outro adolescente, de 13 anos, na noite da última quinta-feira, quando seis episódios similares ocorreram em Londres.

Além disso, ontem foi detido um homem de 30 anos como suposto responsável pela morte a tiros de uma jovem de 17 anos no bairro de Tottenham na segunda-feira passada. EFE