Acidente de avião em Cuba deixa 8 militares mortos

Havana, 29 abr (EFE).- Oito militares, incluindo a tripulação, morreram neste sábado em um acidente com um avião militar AN-26, pertencente às Forças Armadas Revolucionárias de Cuba, segundo confirmou em comunicado o Ministério das Forças Armadas.

O avião tinha decolado de manhã do aeroporto de Playa Baracoa, a 30 quilômetros de Havana, e caiu em Loma de la Pimienta, no município de Candelaria, na província de Artemísia, a 80 quilômetros da capital cubana.

Segundo o comunicado oficial, uma comissão do Ministério das Forças Armadas Revolucionárias já está investigando as causas do acidente.

A informação oficial desmente os boatos prévios que falavam sobre a morte de 39 passageiros em um avião comercial da companhia aérea estatal Aerogaivota, controlada pelas Forças Armadas Revolucionárias, que realiza voos nacionais e a destinos próximos do Caribe.

Em novembro de 2010, uma aeronave ATR-72 da companhia cubana Aerocaribbean se colidiu em uma paragem rural da província central de Sancti Spíritus, 400 quilômetros ao sudeste de Havana, com um saldo de 68 mortos, entre eles, 28 estrangeiros de dez nacionalidades. EFE