Bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos anunciam acordo que pode injetar até US$ 60 bilhões no país

Gabriel Shinohara

BRASÍLIA — O Banco Central do Brasil (BC) e o Federal Reserve (FED), o banco central americano, anunciaram nesta quinta-feira, um acordo que pode injetar até US$ 60 bilhões na economia brasileira.

O acordo é uma operação de swap entre os bancos centrais. Nessa operação, o Banco Central brasileiro faria uma compra de dólares com compromisso de vendê-los para o FED posteriormente, com o pagamento de uma taxa de juros.

Dessa maneira, em um momento de escassez da moeda, o BC poderia usar esses recursos para equilibrar a oferta e demanda do mercado.

Na nota, o FED explica que a operação é pensada para diminuir as tensões nos mercados globais de financiamento com a moeda americana. Dessa maneira, “mitigando os efeitos” para o crédito nos países afetados, tanto para famílias quando para empresas