Bancos poderão escolher horário de funcionamento das agências

·1 min de leitura

O tradicional horário de funcionamento das agências bancárias, das 10h às 16h, poderá não ser o mesmo agora que as restrições devido à pandemia de Covid-19 estão sendo flexibilizadas. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) liberou as instituições financeiras para adotar política própria para abertura e fechamento das agências na retomada das atividades, conforme as características e estratégias internas de cada empresa.

Segundo a entidade, não haverá processo padronizado para retorno ao horário anterior à pandemia, já que cada banco tem um perfil. Além disso, o uso de serviços bancários eletrônicos, como mobile banking (pelo celular) e internet banking (pelo computador), cresceu na pandemia e já é majoritário na preferência dos clientes.

Em contrapartida, a participação das agências nas transações bancárias caiu de 9% em 2016 para 3% em 2020.

No celular, o volume de transações passou de 43%, em 2019, para 51%, em 2020. Ao todo, a participação dos meios digitais no uso dos serviços bancários subiu de 52%, em 2016, para 62% em 2019 e 67% em 2020, impulsionado pela pandemia.

A Febraban ressalta que procedimentos de segurança sanitária — como higienização das agências, uso de máscara pelos funcionários e oferta de álcool em gel — deverão continuar sendo seguidos pelos bancos com a flexibilização do isolamento social.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos