Datena e Band são condenados a pagar indenização após reportagem

·1 minuto de leitura
Datena rompeu relações com o presidente Jair Bolsonaro (reprodução/Band)
Datena foi condenado em primeira instância pror reportagem do 'Brasil Urgente' (reprodução/Band)

Resumo da Notícia:

  • O apresentador foi condenado após associar a uma empresa a pecha de 'estelionatária'

  • A emissora e o repórter de que fez a matéria também são réus na ação 

  • O juíz reavliou o valor pedido e reduziu a indenização devida 

José Luiz Datena e a Band, além do jornalista Agostinho Teixeira, foram condenados em primeira instância pela Justiça de São Paulo por conta de uma reportagem exibida no ‘Brasil Urgente’.

Segundo decisão do juiz Guilherme Teixeira, as partes foram condenadas após uma empresa profissionalizante entrar com uma ação contra o programa por se sentir lesada. A reportagem exibida a acusava de praticar um golpe financeiro contra uma aluna e Datena chamou a empresa de estelionatária.

Leia também:

Ela então pediu R$ 118.500 mil, mas o magistrado acreditou que o valor era excessivo e fixou a indenização em 30 salários mínimos, o que dá cerca de R$ 33 mil.

Yahoo! entrou em contato coma assessoria de imprensa dos advogados dos condenados e eles informaram que não concordam com a decisão e irão recorrer em instância superior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos