Banda Moinho celebra 15 anos de carreira com show no Rio

Carolina Barbosa
1 / 2

Moinho

Lan Lanh, Emanuelle Araújo e Toni Costa comemoram 15 anos da banda Moinho

A banda Moinho sobe ao palco do Dumont Arte Bar, na Gávea, na Zona Sul do Rio, hoje, às 21h, para celebrar seus 15 anos de atuação. Formado pela cantora Emanuelle Araújo, a percussionista Lan Lanh e o violonista Toni Costa, o grupo apresenta no show comemorativo clássicos autorais da carreira e hits de outros artistas que influenciam seu repertório, como Dorival Caymmi, Caetano Veloso e Novos Baianos.

— É uma data emblemática. Tivemos uma atuação muito forte na noite carioca na nossa primeira década e, nos últimos dois anos, por conta de nossas carreiras individuais, os shows passaram a ser mais esporádicos. Neste ano, sentimos muita saudade de nos reencontrar e tocar juntos. Então, este será o nosso grande momento de comemorar — conta Emanuelle, vocalista da banda que transita entre o samba e outros ritmos: — Este casamento aberto faz parte do caráter do relacionamento do Moinho. Por enquanto, estamos focados neste show, mas a resposta do público, sobretudo de São Paulo e Salvador, tem sido tão boa que estamos até pensando se não vale a pena nos organizar e levar a festa ao menos para lá.

Com duração prevista de uma hora e meia, o show vai contar com a participação do compositor Marcio Mello, autor de “Esnoba”, sucesso do Moinho. “Hoje de noite”, composta por Nando Reis, “Ela briga comigo” e “Fim de semana” são outros hits previstos pela trupe.

— Faremos um grande revival dos sucessos da história do Moinho. Mais que um show, será uma noite de festa, com direito a improviso, alegria, samba, suor e cerveja — garante.

Vendidos no próprio local, os ingressos custam R$ 40.