Banda Phoenix está de regresso aos palcos mundiais

O banda francesa Phoenix está de volta aos palcos depois de dois anos de pausa devido à pandemia.

O grupo de indie rock regressa para um digressão pelo mundo. A Euronews esteve à conversa com os guitarristas da banda, Christian Mazzalai e Laurent Brancowitz, em Lyon, onde a banda iniciou a digressão.

Os Phoenix subiram ao palco doo anfiteatro Fourvière, que bem conhecem. "Já tocamos aqui duas vezes e pediram-nos para voltar", disse Christian Mazzala. "Aceitámos imediatamente porque é o palco ideal para começar a nossa digressão.", admitiu.

Laurent Brancowitz, também guitarrista, fala de Fourvière como "um lugar mágico" e um dos favoritos da banda em todo o mundo. "A nossa música está muito ligada à história da Europa, e estar num teatro romano é muito emocionante", disse à Euronews Laurent Brancowitz.

A banda Phoenix nasceu em Versailles, França, em 1997. É desde sempre fiel às raízes europeias, até Mozart ou Frantz Litzt são citados nos albuns.

Laurent Brancowitz confirmou essa ligação europeia. "Somos filhos de europeus, os nossos pais são italianos, alemães", disse Brancowitz. "Somos produtos de uma mistura de cultura europeia.".

A banda de rock alternativo foi das primeiras a não abordar o 'sonho americano' nas músicas. "A solução foi abraçar a Europa como o Kraftwerk fez: Foram os primeiros a ter a genialidade de não falar dos EUA, do sonho americano, mas de falar do sonho europeu e de cantar em inglês sobre temas europeus, profundamente europeus.", disse Brancowitz.

"Alpha Zulu" é o novo single, do novo álbum com o mesmo nome. Um tema com explosões de rock e com genes de dance alternativo.

Depois do Lyon, os Phoenix seguiram para Barcelona, onde tocaram no Festival do Primavera Sound.

Até setembro andam em digressão pelos EUA. No outono regressam às cidades europeias.

Ver datas para concertos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos