“Bandido que levantar a arma para policial vai levar bala”, diz governador de SP

Ricardo Nunes, prefeito da capital, e Rodrigo Garcia, governador de SP (Foto: Divulgação/GESP)
Ricardo Nunes, prefeito da capital, e Rodrigo Garcia, governador de SP (Foto: Divulgação/GESP)

Resumo da notícia

  • Governador de SP afirmou que policiais poderão atirar em bandidos que apontem armas de fogo para eles

  • Rodrigo Garcia prometeu reforçar o policiamento na cidade para coibir ações de falsos entregadores

  • Novas ações para enfrentar a criminalidade incluem fortalecimento do policialmento nas ruas de São Paulo

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), fez um anúncio nesta quarta-feira (4) sobre novas medidas de segurança no estado, com o objetivo de combater crimes cometidos por falsos entregadores.

Segundo Garcia, quem apontar arma de fogo para um policial vai “levar bala”. A declaração foi feita no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), na capital do estado.

“Aqui em São Paulo, o bandido que levantar a arma pra polícia vai levar bala da polícia, porque é isso que a sociedade tá esperando, uma polícia ativa, que dentro dos limites da lei vai agir com muito rigor em relação à criminalidade”, afirmou o governador.

As novas políticas foram anunciadas após o assassinato de Renan Silva Loureiro, de 20 anos, abordado por um falso entregador na Zona Sul de São Paulo. O jovem levou quatro tiros na cabeça e morreu no local. O criminoso foi preso pela polícia dias depois.

Garcia comentou sobre o caso e disse que ficou “impactado” pelo ocorrido. “Eu fiquei muito impactado do assassinato daquele jovem Renan. É inconcebível a gente aceitar e conviver com isso. Por isso, eu quero deixar aqui em nome da população de São Paulo um aviso muito claro a esses bandidos que de maneira covarde estão escondidos atrás de um capacete, que tão com uma mochila de falso entregador de delivery nas costas, que de maneira covarde assaltam as pessoas, assediam as mulheres, pra que ou eles mudem de profissão ou eles mudem de estado, porque a polícia vai atrás de cada um deles, porque quem cometer crime aqui em São Paulo vai ser preso.”

Rodrigo Garcia prometeu fazer a Operação Sufoco, que consiste em fazer um reforço de agentes da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana nas ruas para abordar motociclistas suspeitos.

“Essa operação vai dobrar o número de policiais nas ruas na cidade de São Paulo já a partir de hoje e ela vai ser levada para a região metropolitana e para as grandes cidades do interior”, explicou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos