Bandidos põem fogo em carro com jornalista dentro do porta-malas

JOÃO PEDRO PITOMBO

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Vítima de um assalto na cidade de Esplanada, norte da Bahia, o jornalista baiano Jony Torres viveu momentos de terror na noite desta segunda-feira (17), quando foi trancado no porta-malas de seu próprio carro, que foi incendiado pelos bandidos.

Torres, que é repórter da TV Bahia, afiliada da Rede Globo no estado, percorria de carro uma área da zona rural de Esplanada, onde tem uma fazenda, quando foi abordado por dois assaltantes que estavam em uma moto.

O jornalista ficou cerca de 30 minutos em poder dos bandidos, que entraram no carro e o fizeram dirigir para uma região deserta em meio a plantações de eucalipto.

Lá, roubaram a carteira do jornalista, que tinha R$ 400, e insistiram que ele entregasse o seu telefone celular. Torres, contudo, havia esquecido o aparelho na fazenda quando saiu.

Irritados por não terem conseguido o telefone celular, os bandidos deram tapas no rosto de Torres, ameaçaram matá-lo e, por fim, trancaram-no dentro do porta-malas do carro.

Antes de deixarem o local, os bandidos jogaram combustível no carro e o incendiaram. Torres conseguiu escapar do porta-malas ao destravar o banco traseiro do carro e fugir por uma das portas. Ele não se feriu. 

Depois de esconder-se em um matagal, o jornalista foi encontrado por moradores da região, que chamaram a polícia.

Em publicação em suas redes sociais, Torres classificou o assalto como o "momento mais difícil" da vida para ele e sua família

"Estamos todos muito angustiados, com medo, mas confiantes que este pesadelo vai acabar e o mais rápido possível iremos retomar nossa rotina de vida", disse o jornalista.

Ele afirmou estar fisicamente bem, mas destacou que o efeito do terror psicológico praticado pelos assaltantes: "Ainda me tira o sono".

Em nota, a Polícia Civil da Bahia informou que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Esplanada, cujos agentes realizam incursões para identificar e prender os autores do crime.