Barbados abrirá uma embaixada oficial no metaverso

·2 min de leitura
Bridgetown, capital de Barbados.
Bridgetown, capital de Barbados.
  • Ideia é que embaixada ofereça os serviços comuns de qualquer outra embaixada, como a retirada de vistos

  • Objetivo é aumentar o número de relações diplomáticas que a pequena ilha caribenha pode ter

  • A primeira embaixada deverá ser estreada em janeiro de 2022, no metaverso Decentraland

Pela primeira vez na História, uma entidade governamental terá uma representação oficial em um ambiente virtual. A nação de Barbados, no Caribe, anunciou que irá estabelecer uma embaixada no metaverso Decentraland.

A notícia foi divulgada através de um comunicado oficial do Ministério de Relações Exteriores e Comércio Exterior de Barbados. A inauguração está prevista para janeiro de 2022.

Segundo o documento, o país caribenho também estar em negociação para criar embaixadas em outros metaversos, como o Somnium Space e o SuperWorld.

Leia também:

As plataformas vão ajudar à nação a construir as estruturas digitais, desenvolver mecanismos como "visto digital" e criar sistemas de "teletransporte" para que os usuários possam locomover-se pelos diferentes mundos.

Para Gabriel Abed, embaixador de Barbados nos Emirados Árabes Unidos, as novas embaixadas "são uma forma de Barbados expandir suas missões diplomáticas para além das 18 que possui atualmente para os mais de 190 países no mundo. Isso ajudará a abrir as portas, usando a diplomacia tecnológica, que depois se expande para a diplomacia cultura - intercâmbio de arte, música e cultura".

Para o embaixador, as instituições virtuais poderão ter utilidade no mundo real, como por exemplo, emitindo vistos ao país. “As embaixadas são o ponto de partida para conseguir um visto de entrada em um país, ou viajar sem visto. Você pode imaginar como seria virtualmente? E aonde esse visto eletrônico pode levar você?"

Para tanto, as novas embaixadas virtuais terão que agir de acordo com as mesmas regras internacionais que as embaixadas reais, como a Convenção de Viena.

Barbados é um dos países mais amigável às criptomoedas e às tecnologias blockchain do mundo. No momento é uma das nações mais avançadas na criação de uma moeda digital emitida por um banco central (CBDCs).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos