Barcelona é condenado a pagar R$ 47 milhões a Matheus Fernandes após demissão por email, diz jornal

O Barcelona foi condenado a pagar mais de R$ 47 milhões ao volante Matheus Fernandes, atualmente no RB Bragantino, emprestado pelo Palmeiras, após o clube rescindir unilateralmente o contrato com o jogador. Contratado junto ao Palmeiras em junho de 2020, o atleta teve o acordo com o clube catalão encerrado em julho de 2021, devido a dificuldades financeiras que o clube enfrentava na ocasião.

Ancelmo: ex-lateral cobra R$ 3,4 milhões do Vasco em ação na Justiça do Trabalho

Daniel Alves: denúncia de assédio sexual cometido por jogador é aceita na justiça da Espanha

A comunicação da ruptura do acordo (que iria até 2025), porém, foi feita via email, e o jogador procurou a Justiça contra o Barcelona pela forma como a rescisão foi feita. Como resultado, o Supremo Tribunal da Espanha considerou que o processo foi conduzido de forma “incompreensível” pelo clube.

A defesa do jogador pedia R$ 82,6 milhões de indenização, com o tribunal encerrando o caso com uma indenização de pouco mais da metade desse valor, segundo o jornal português A Bola.

Matheus Fernandes teve uma passagem curta pelo Camp Nou, tendo atuado com a camisa do clube catalão em um único jogo oficial, contra o Dínamo de Kiev, pela Liga dos Campeões, em novembro do ano passado.

Revelado pelo Botafogo, ele estreou pelos profissionais em 2016. Após as boas atuações, foi vendido no fim de 2018 ao Palmeiras, clube pelo qual atuaria ao longo de um ano, antes de ser negociado com o Barcelona. Sem chances no clube, chegou a ser emprestado ao Valladolid, também da Espanha, antes de retornar ao futebol brasileiro a custo zero, novamente para o Palmeiras, em julho de 2021, após a polêmica rescisão com os espanhóis.

Fortuna: Cristiano Ronaldo ganhará R$ 1,1 bilhão por apoiar candidatura da Arábia Saudita para sediar Copa do Mundo de 2030

Também sem espaço no alviverde, foi emprestado ao Athletico na temporada passada e já se apresentou ao RB Bragantino para a pré-temporada deste ano, com contrato de empréstimo até o fim de 2023. O contrato dele com o Palmeiras vai até dezembro de 2025.